APRESENTAÇÃO DO CANAL

As Estrelas Reais da Pérsia Antiga!

sexta-feira, 4 de setembro de 2020.


As Estrelas Reais da Pérsia Antiga há muito tempo fazem parte do imaginário dos povos que habitavam a região que hoje é chamada de Irã.

Para eles, quando cada uma destas estrelas despontava no céu, era sinal de que suas vidas iriam mudar de alguma forma.

E, isto é compreensível já que hoje sabemos que realmente elas são as "anunciadoras" das mudanças das estações do ano, e pré-anunciam eventos celestes importantíssimos, os solstícios e equinócios.

Naquela época, elas eram consideradas as "Guardiãs de todo o céu" devido ao seu esplendor e brilho.

Os persas acreditavam que o céu era dividido em quatro setores, sendo cada um deles vigiado por uma destas guardiãs. Além disto, existia uma crença de que estas estrelas tinham um "poder", o de serem benignas ou malignas, de trazerem períodos de prosperidade ou de escassez.

Por ser um povo, como todo habitante da antiguidade, temeroso aos "castigos" que as intempéries podiam trazer, eles observavam o céu o tempo todo, quer com o objetivo de orientação em cálculos científicos, quer como contagem do tempo através do calendário e dos ciclos lunar/solar, bem como para tentar fazer previsões sobre o futuro.




Eles anotavam todos e quaisquer acontecimentos importantes do dia a dia e os relacionavam à posição que os astros estavam no céu.  E utilizavam estes dados para fazer previsões de acontecimentos futuros semelhantes. Quando vislumbravam o mesmo posicionamento destes astros do céu, para eles, era o presságio de que algo iria acontecer novamente.

Não é de estranhar que justo estas estrelas tenham chamado tanto a atenção dos persas, já que são as mais brilhantes de suas respectivas constelações e membros de um grupo seleto composto das 25 estrelas mais brilhantes de todo o céu profundo.

São elas:  Aldebaran , Regulus , Antares e Fomalhaut .

  • ​​Aldebaran (alpha da constelação de Touro, nome em persa "Tascheter") - era a guardiã do céu do oriente, pois pré-anuncia o equinócio vernal;
  • Regulus (alpha da constelação de Leão, nome em persa "Venant") - era a guardiã do céu do norte, pois pré-anuncia o solstício de verão;
  • Antares (alpha da constelação de Escorpião, nome em persa "Satevis") - era a guardiã do céu do ocidente, pois pré-anuncia o equinócio de outono;
  • Fomalhaut (alpha da constelação de Peixe Austral, nome em persa "Haftorang / Hastorang") - era a guardiã do céu do sul, pois pré-anuncia o solstício de inverno.


Por:

João Batista Salgado Loureiro

Cofundador da Holystica, Escritor, Especialista em Maçonologia, Engenheiro Civil, Astrônomo Amador, Autor de Produtos de Astronomia "As Maravilhas do Céu Estrelado", Palestrante de Astronomia e Motivacional

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Sejam Bem vindos! Obrigado por Contemplarem "As Maravilhas do Céu Estrelado"! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |