APRESENTAÇÃO DO CANAL

Wise da NASA descobre a galáxia mais luminosa do Universo! Ela brilha mais que 300 trilhões de sóis!

terça-feira, 26 de maio de 2015.
A galáxia que brilha com a luz de mais de 300 trilhões de sóis foi descoberta usando os dados do WISE da NASA.

Ela é a galáxia mais luminosa encontrada até o momento e pertence a uma nova classe de objetos, recentemente descobertos pelo WISE, de galáxias infravermelhas extremamente luminosas, ou ELIRGs.

A galáxia brilhante, conhecida como WISE J224607.57-052635.0, pode ter um buraco negro GIGANTE em seu ventre, que está empanturrando-se de gás. 

Buracos negros imensos são comuns nos núcleos de galáxias, mas encontrar um tão grande assim "longe" no cosmos é extremamente raro. 

Como a luz da galáxia que hospeda o buraco negro já viajou 12,5 bilhões de anos para chegar até nós, os astrônomos estão enxergando o objeto como ele era em seu passado distante. 

Para se ter uma ideia, o buraco negro já tinha bilhões de vezes a massa do nosso Sol quando o nosso universo tinha apenas um décimo de sua idade atual, de 13,8 bilhões de anos.

Mais pesquisas são necessárias para resolver o enigma dessas galáxias deslumbrantemente luminosas!

"Nós estamos olhando para uma fase muito intensa de evolução da galáxia", disse Chao-Wei Tsai do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL) em Pasadena, Califórnia, que é o principal autor de um novo relatório datado de 22 de maio, e publicado no "The Astrophysical Journal". 

WISE tem encontrado mais dessas galáxias em imagens infravermelhas de todo o céu que foram capturadas em 2010. 

Ao ver todo o céu com mais sensibilidade do que nunca, WISE tem sido capaz de capturar espécimes raros cósmicos que poderiam ter sido perdidas, já que a sensibilidade do WISE é centenas de vezes maior do que seu antecessor, o Satélite Astronômico Infravermelho, que operou em 1983.

O novo estudo relata um total de 20 novos ELIRGs, incluindo a galáxia mais luminosa encontrada até o momento. Estas galáxias não foram encontradas mais cedo por causa de suas distâncias, e porque a poeira converte sua luz visível poderosa em uma onda incrível de luz infravermelha.

"Nós encontramos em um estudo relacionado com WISE que até metade das galáxias mais luminosas só aparecem bem em luz infravermelha", disse Tsai.

A sonda WISE foi colocada em modo de hibernação em 2011, depois que ela examinou o céu inteiro duas vezes, completando assim os seus principais objetivos. 

Ela fez varredura de todo o céu em luz infravermelha, captando o brilho de centenas de milhões de objetos e produzindo milhões de imagens. 

Em setembro de 2013, WISE foi reativada, rebatizada Neowise, e lhe foi atribuída uma nova missão: complementar os esforços da NASA na identificação de objetos potencialmente perigosos próximos da Terra.

Saiba mais sobre Astronomia em nossos Canais:

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |