APRESENTAÇÃO DO CANAL

Misteriosos Pontos Brilhantes em Ceres!!! Vocês conseguem adivinhar o que está causando estes pontos brilhantes no planeta anão?

sexta-feira, 22 de maio de 2015.
A nave Dawn começou a orbitar Ceres em 6 de março deste ano, marcando um fato inédito: a primeira vez que uma nave espacial orbita um planeta anão! 

Mas mesmo antes de se "posicionar" e chegar definitivamente ao seu alvo, já capturou imagens inéditas que revelam misteriosos pontos brilhantes no planeta anão Ceres, que estão intrigando os cientistas.

Na página do JPL da NASA até existe uma pesquisa para que os leitores possam dar seus palpites! Lá existem algumas opções do motivo dos pontos brilhantes para voto: Rocha, Gelo, Gêiser, Vulcão, Depósito de Sal ou Outro.


Anteriormente, a nave espacial explorou o protoplaneta gigante Vesta por 14 meses, durante os anos de 2011 e 2012. 

Para entender melhor:

A espaçonave Dawn da NASA, que foi lançada em  27 de setembro de 2007, com destino a Vesta e a Ceres, tem a distinção de ser a única espaçonave a orbitar dois alvos extraterrestres! Ela mergulha no desconhecido e consegue o que nunca foi feito antes!

Até o momento, Dawn orbitou e explorou o protoplaneta gigante Vesta, e agora ela está ajustando a sua órbita e já começou a fazer explorações em um segundo mundo novo, o planeta anão Ceres. 

Ceres e Vesta residem no principal Cinturão de Asteroides, a extensa região entre os planetas Marte e Júpiter, juntamente com muitos outros corpos menores. 

A missão Dawn da NASA capturou uma seqüência de imagens do planeta anão Ceres, tomadas para fins de navegação, em 16 de maio de 2015. Dentre elas, os cientistas detectaram um grupo de manchas brilhantes sobre Ceres. A imagem foi capturada a partir de uma distância de 4.500 milhas (7.200 quilômetros) e tem uma resolução de 2.250 pés (700 metros) por pixel.

Situação em 22 de maio de 2015 - Dawn fez um excelente progresso esta semana, continua a remodelar a sua órbita em torno de Ceres. Hoje, a altitude da nave espacial chega a até 3.100 milhas (5.000 km). 

A nave permanecerá a uma distância de 2.700 milhas (4.400 quilômetros) do planeta anão, até 30 de junho, e depois, vai diminuir sua órbita.

Ceres foi o primeiro objeto a ser descoberto no cinturão de asteroides e recebeu este nome em homenagem a deusa romana Ceres. O astrônomo siciliano Giuseppe Piazzi avistou o objeto pela primeira vez em 1801. 

À medida que mais objetos semelhantes a este foram sendo encontrados na mesma região, tornaram-se conhecidos como asteroides ou planetas menores. 

Ceres foi inicialmente classificado como um planeta e, posteriormente, classificado como um asteroide. 

Em reconhecimento por suas características serem semelhantes a de um planeta, Ceres foi designado como um planeta anão em 2006, juntamente com Plutão e Eris.

Créditos: NASA / JPL-Caltech / UCLA / MPS / DLR / IDA

Saiba mais sobre Astronomia em nossos Canais:

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |