APRESENTAÇÃO DO CANAL

SWARM, da ESA, confirma o enfraquecimento do Campo Magnético da Terra! Assista ao Vídeo!

segunda-feira, 30 de junho de 2014.
Em 19 de junho, os cientistas da ESA encontraram-se em Copenhague para demonstrar o primeiro conjunto de resultados da missão SWARM, que revelou as mais recentes mudanças no campo magnético que protege o nosso planeta.

Campo Magnético da Terra - Junho de 2014
Lançada em novembro de 2013, Swarm está fornecendo "insights", sem precedentes, sobre o complexo funcionamento do campo magnético da Terra, aquele que nos protege da radiação cósmica e do bombardeamento de partículas carregadas vindas do espaço.

E até agora, estes dados indicam que o campo magnético da Terra parece ter enfraquecido substancialmente nos últimos anos, cerca de 10%. 

Algumas medições feitas durante os últimos seis meses confirmam a tendência geral de enfraquecimento do campo, com as quedas mais dramáticas concentradas no Hemisfério Ocidental. 

Por outro lado, observou-se o efeito contrário no sul do Oceano Índico, onde o campo tem sido consideravelmente reforçado. 

Outro fato NOTÁVEL, é que os focos representam que a polaridade norte do campo magnético da Terra também parece ter-se deslocado para a Sibéria. 



Estas modificações são baseadas nos sinais magnéticos provenientes do núcleo da Terra. E nos próximos meses, os cientistas vão analisar os dados para desvendar as "contribuições magnéticas" provenientes de outras fontes, ou seja, do manto, crosta, oceanos, ionosfera e da magnetosfera.

Isto irá proporcionar uma nova visão sobre muitos processos naturais, desde aqueles que ocorrem profundamente dentro do nosso planeta, e a meteorologia espacial desencadeada pela atividade solar. Por sua vez, esta informação irá produzir uma melhor compreensão do por quê o campo magnético da Terra está enfraquecendo.

"Esses resultados iniciais demonstram o excelente desempenho do Swarm", disse Rune Floberghagen, Gerente da Missão Swarm da ESA.

PARA ENTENDER MELHOR:

A missão da Agência Espacial Europeia, SWARM, foi lançada em novembro de 2013, e é composta por três satélites em órbita que tem o objetivo de estudar o campo magnético da Terra.

Os satélites SWARM têm a missão de descobrir quais os componentes que influenciam o comportamento do campo magnético da Terra e observar sua relação com a atividade solar. 

Eles são capazes de fazer medições de alta resolução da força e da precisão, direção e variações do campo magnético da Terra, que são complementadas por medições de navegação precisas, acelerômetros e campo elétrico, e fornecem dados essenciais para a modelagem do campo geomagnético e sua interação com os outros aspectos físicos do sistema Terra. 

Os resultados fornecem uma visão única do interior da Terra a partir do espaço, e fornecem dados sobre a composição e os processos internos que estão sendo estudados em detalhes, aumentando assim o conhecimento dos processos atmosféricos e os padrões de circulação dos oceanos que afetam o clima global. 

CURIOSIDADE:

Há vários cientistas que afirmam que num curto prazo de tempo, em torno de 5.000 a 10.000 anos, a Terra irá sofrer os efeitos de uma mudança de polaridade de seu Campo Magnético, ou seja, a polaridade norte será "trocada" com a do Sul. Será?

Info Fonte:ESA

Vídeo: European Space Agency, ESA

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |