APRESENTAÇÃO DO CANAL

Um pulsar milissegundo e o planeta tataravô em Escorpião!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013.
m4_noao
M4, ou NGC 6121, é um Aglomerado Globular que foi descoberto por Philippe Loys de Chéseaux, em 1746, e catalogado por ele com o número 19.

Posteriormente, foi observado e catalogado por diversos outros astrônomos, os mais famosos foram Lacaille, William Herschel e Charles Messier, que o catalogou como M4 (Messier 4).

M4 é considerado um dos mais próximos aglomerados globulares do céu, com uma distância aproximada de 7.200 anos luz, na direção da constelação de Escorpião (Scorpius).

Ele está se afastando de nós a uma velocidade de 70,4 Km/seg., e contém ao menos 43 estrelas variáveis até então conhecidas. Sua classe espectral foi determinada como sendo F8, e seu índice de cor foi mensurado como B-V=1,03.
Projeção realizada em 22/11/2013 para a cidade de São Paulo - Brasil
M4, em destaque, se encontra abaixo do horizonte do observador.
Em 1987, o primeiro “pulsar milissegundo” foi descoberto neste aglomerado. 

Um “pulsar milissegundo” é um corpo celeste que emite pulsos de rádio a certos intervalos de tempo, e neste caso o intervalo de tempo é de milissegundos , em outras palavras, é uma estrela de nêutrons que gira em torno de seu eixo (rotação), centenas de vezes por segundo. 

Esta pulsar, 1821-24, é uma estrela de nêutrons, que rota e pulsa, uma vez a cada 3 milissegundos, ou seja, um total de 300 vezes por segundo, e é 10 vezes mais rápida que a famosa pulsar Crab em M1 (Messier 1), localizado na Constelação do Touro (Taurus).

Em agosto de 1995, o telescópio espacial Hubble fotografou estrelas anãs brancas em M4, que estão dentre as estrelas mais velhas da nossa galáxia.

Em julho de 2003, novas investigações com o Hubble identificou um planeta orbitando uma destas anãs brancas. Este novo planeta possui uma massa de 2,5 vezes a massa de Júpiter.

Neste sistema, o planeta provavelmente tenha cerca de 13 bilhões de anos de idade. Quando comparado com nosso Sistema Solar, que tem aproximadamente 4,5 bilhões de anos, este planeta, torna-se o planeta mais antigo até então conhecido. Intrigante, não é?

Milissegundo (ms) é uma unidade de medida de tempo. Corresponde a 10-3 segundos, ou seja, um milésimo de segundo. (1ms=0,001 seg.)

Crédito da Imagem: T2KA, KPNO 0.9-m Telescope, NOAO, AURA, NSF

Projeção e Efeitos: Stellarium / As Maravilhas do Céu Estrelado

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |