APRESENTAÇÃO DO CANAL

O que são as Estrelas?

quarta-feira, 13 de novembro de 2013.
Falando de Estrelas - Parte 01

Desde a Aurora da Humanidade os seres humanos se fascinam ao olhar para um céu totalmente estrelado. Milhares e milhares de pontos luminosos fulguravam no céu noturno como pequenas jóias cintilantes, atraindo a atenção dos homens primitivos, que os olhavam com fascínio e curiosidade.

Desde então sempre uma dúvida permaneceu na mente de todos: o que são estes pontos luminosos que vemos no céu à noite?

Estamos, é claro, falando das estrelas.

As vemos todas as noites, quando o céu não se encontra coberto de nuvens, distribuídas por todos os recantos da abóbada celeste, algumas de maior brilho, outras de menor luminosidade.

Este fato foi um dos primeiros a ser estudado pelos gregos antigos. Inicialmente por Hipparcos e em seguida por Ptolomeu, que definiram os princípios básicos de uma classificação do brilho das estrelas, as magnitudes, que perdura até hoje.

As estrelas mais brilhantes foram consideradas como de primeira grandeza, e as mais fracas como sendo de sexta grandeza.


Percebeu-se também que a distribuição das estrelas pelo céu não era uniforme, pois haviam regiões onde elas pareciam se agrupar e outras que aparentavam até mesmo ser vazias, isto é, não conter nenhuma estrela.

Estes agrupamentos, com o auxílio da imaginação, faziam com que fosse possível associar a eles formas de pessoas, animais ou até objetos; surgia então o conceito de constelação.

Outro fenômeno, facilmente visível a todos, era que todos os astros, as estrelas, o Sol, a Lua e os planetas, nasciam no horizonte leste e se punham no horizonte oeste. Nascia aí o conceito do dia, e este movimento é conhecido como o “movimento diurno”.

No entanto, apesar de todas estas observações e conceitos a respeito do comportamento dos astros no céu noturno, pairava ainda no ar uma pergunta: o que são as estrelas?

Esta pergunta só veio a ser plenamente respondida no século XX, com o avanço da Astronomia e dos instrumentos científicos destinados à observação das estrelas e demais astros.

As estrelas são gigantescas esferas de gás, que possuem a capacidade de gerar no seu interior enormes quantidades de energia, liberando assim, dentre outras coisas, luz e calor.

Suas dimensões são tão descomunais, que seriam preciso milhares de planetas como a Terra, unidos, para se chegar ao tamanho de uma pequena estrela.

Porque então elas aparecem no céu à noite como pequeninos pontos luminosos? É que elas se encontram a distâncias imensas de nós, tão grandes que a luz que delas provém levam dezenas, centenas, milhares de anos para chegar até nós, mesmo viajando pelo espaço a uma velocidade de 300.000 Km por segundo.

Para se ter uma idéia, a estrela mais próxima da Terra, depois do Sol, é a Alfa da constelação do Centauro. A luz que ela emite viaja durante mais de quatro anos para chegar até nós, percorrendo uma distância de 40.124.160.000.000 de quilômetros!

Existem estrelas de várias colorações: azuis, brancas, amarelas, alaranjadas e vermelhas. As mais quentes são as azuis e as mais frias são as vermelhas.

As estrelas possuem tamanhos diversos, desde as menores, denominadas Anãs, até as maiores, denominadas Super Gigantes.

O Sol, é uma estrela amarela e pequena, com idade em torno de 5.000.000.000 (cinco bilhões) de anos.

As estrelas se agrupam no espaço em sistemas denominados galáxias, e a nossa galáxia denomina-se Via Láctea.

A Via Láctea abriga em seu interior cerca de 100.000.000.000 (cem bilhões) de estrelas, e a luz levaria cerca de 100.000 anos para percorrê-la de um lado a outro.

Além da Via Láctea existem bilhões e bilhões de outras galáxias no Universo, levando-nos próximos ao conceito de infinito, forçando-nos a refletir sobre a beleza e a imensidão de tudo o que existe, e do desafio que temos, enquanto seres, de tentar estudar e compreender tudo o que nos cerca.

Até breve!

Eng. João Batista Salgado Loureiro 
______________________________________
Conheça nossa história e saiba mais sobre astronomia em nossos canais:

7 Comentários:

Edsonfigueiredoguiajunior Junior disse...

muito bom

Rosicler Rosi disse...

Isso significa que se houver alienigena eles são super inteligentes porque já viajam na velocidade luz.

Erike Thalys disse...

Sou fascinado por astronomia e achei interessante esse post!! Muito bom. Adorei o blog, Parabéns 😤

Roger J. C. disse...

Deus deve ser muito, mais muito poderoso, pra ter criado tudo isso, sem contar que Ele mora acima das estrelas.

Anônimo disse...

Se a estrelas mais quentes são azuis e as mais frias amarelas, sendo o sol uma estrela e a maior fonte de energia (luz) no planeta, pq então o sol é de coloração amarela?

João Batista Salgado Loureiro disse...

A cor de uma estrela está intrinsecamente ligada à sua temperatura, em virtude de como os átomos se comportam em diferentes condições. Assim, quanto maior a temperatura, mais energia haverá na luz emitida pela estrela, e ela aparecerá azulada para o observador. Nosso Sol, é a maior fonte de luz para a Terra, porque está muito próximo de nós. Ele é uma estrela anã, e por isso emite mais luz amarela. Sendo pequeno, ele tem menos massa (quantidade de matéria) e por isso tem uma temperatura menor e uma vida mais longa do que as estrelas azuis. E foi esta duração maior do Sol que possibilitou a existência da vida evoluída na Terra.

João Batista Salgado Loureiro disse...

Obrigado por todos vocês contemplarem As Maravilhas do Céu Estrelado! Espero, que vocês continuem fazendo parte desta jornada! Céus Estrelados!

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |