APRESENTAÇÃO DO CANAL

A Leônidas, uma chuva de Meteoros que já fez espetáculos no céu estrelado, e poderá ser vista da Terra este mês!

terça-feira, 5 de novembro de 2013.
leonids983_ Lorenzo Lovato
A Leônidas, Leonids (LEO), é uma prolífica Chuva de Meteoros, do tipo radiante, que aparecerá no céu entre os dias 14/11 e 21/11, tendo seu pico estimado para acontecer em 18/11.

Ela está entre as mais espetaculares chuvas de meteoros. A mais famosa tempestade ocorreu em 1833, e tinha uma “força” verdadeiramente superlativa. 

Uma estimativa da época, previu, que cerca de mais de cem mil meteoros caíram na Terra em uma hora, e após amainar a chuva, por um curto período, um outro pico se iniciou, e 200 mil meteoros entraram na atmosfera, num período de uma hora.

Este evento foi observado pelo fundador e primeiro líder do mormonismo, Joseph Smith, que anotou em seu diário, e o relacionou com o cumprimento literal da palavra de Deus, e um sinal claro, do retorno de Cristo.

A Leônidas tem este nome devido a localização de seu radiante, ou seja, os meteoros parecem irradiar a partir de um ponto no céu, localizado na constelação de Leão (Leo). E é associada ao cometa periódico, 55P/Tempel Tuttle, que tem um período orbital de 33 anos.


Uma chuva de meteoros ocorre quando a Terra passa por uma região da sua órbita, onde um cometa deixou um rastro de matéria (corrente meteoroide), composto por gases e partículas sólidas, que são ejetados do cometa quando este se aproxima do Sol, como seus gases congelados que evaporam sob o calor do Sol, quando ele está perto o suficiente, geralmente mais perto do que a órbita de Júpiter.

Estas partículas sólidas desse rastro de matéria, são "varridas" pela Terra, e entram na atmosfera, aumentando consideravelmente o número de meteoros que podem ser observados.

Leônidas tem um fluxo veloz que encontra o caminho da Terra a uma velocidade de 72 km/s. Os maiores meteoroides de Leônidas têm cerca de 10 mm de diâmetro, e meio grama de massa, e são mundialmente conhecidos por geraram uma “chuva” extremamente brilhante, com magnitude aparente de -1,5. Um “chuveiro” anual de Leônidas pode depositar 12 ou 13 toneladas de partículas em todo o planeta.

A Leônidas tem declinação, para o ano 2.000, de 22º0’, e ascensão reta, para o ano 2.000, de 10h12min. 

Ademais, o cometa 55P/Tempel Tuttle foi descoberto por Ernst Tempel, em 19 de dezembro de 1865, e por Horace Parnell Tuttle, em 06 de Janeiro de 1866, e é dai, que vem o seu nome.

Para saber qual horário de sua ocorrência nesta região do céu, e nestes dias, consulte seu anuário.

Créditos:

Primeira Imagem: Linda vista da Chuva de Meteoros Leônidas capturada por Lorenzo Lovato, Itália.
 
Ilustração: Desenho ilustrativo de uma chuva de meteoros, e sua relação com a passagem de um cometa. Observatório Astronômico Frei Rosário - MG.

Comentários:

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |