APRESENTAÇÃO DO CANAL

Uma Lagarta Cósmica!

quarta-feira, 4 de setembro de 2013.


Será que esta "nuvem interestelar" em forma de lagarta irá evoluir e se tornar uma borboleta espacial?

"Ainda não temos certeza". O que sabemos é que o nó em forma de "lagarta", chamada de IRAS 20324+4057, é uma protoestrela num estágio evolutivo inicial, num processo de "recolhimento" do material presente no gás que a circunda. 

Ela surge da contração de material do meio interestelar, fica imersa e obscurecida por este material boa parte de sua vida. Quando vem à tona, exibe toda sua beleza, já bem formada e finalizada. 

Em alguns casos, materiais maiores podem resistir à pressão e permanecer orbitando em torno da estrela. São os protoplanetas. 

Protoestrelas desta região do céu costumam eventualmente se tornar jovens estrelas com massas de 1 a 10 vezes a massa do nosso Sol. 

Porém, ninguém sabe qual massa esta estrela resultante terá, também não se conhece o destino dela. Podendo a atmosfera exterior da nova estrela se expandir e ela se transformar em uma nebulosa planetária com forma de "borboleta" talvez, ou até mesmo, se a captura de material externo for tão grande de maneira que ela se transforme em uma enorme estrela que um dia terá seu fim em uma explosão de Supernova.

IRAS 20324+4057 está localizada a 4.500 anos-luz de nós na Constelação do Cisne (Cygnus).

Crédito: NASA, ESA, the Hubble Heritage Team (STScI/AURA), and IPHAS
Data da Imagem: 29 de Agosto de 2013

4 Comentários:

As Maravilhas do Céu Estrelado disse...

Protoestrela: Estágio inicial da vida de uma estrela, antes de começar a fusão e quando ainda há gás caindo rapidamente sobre ela.

As Maravilhas do Céu Estrelado disse...

Protoplaneta: Estágio ainda de embrião de um planeta quando está em crescimento por causa das colisões com planetesimais.

As Maravilhas do Céu Estrelado disse...

O estágio final da vida de uma estrela como o nosso Sol têm como resultado uma expansão e expulsão das camadas externas da estrela para fora no espaço circundante, formando objetos conhecidos como nebulosas planetárias, em uma ampla gama de belas e marcantes formas. Um tipo destas nebulosas são conhecidas como nebulosas planetárias bipolares, pois criam uma névoa em forma de ampulheta ou em forma de borboleta em torno de sua estrela-mãe.

As Maravilhas do Céu Estrelado disse...

Planetésimo é o nome genérico dado a um corpo celeste em órbita em torno do Sol que não é suficientemente grande para ser considerado planeta.

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |