APRESENTAÇÃO DO CANAL

Preparem-se! Um grande COMETA, mais brilhante que a Lua, passará pelos céus no NATAL de 2013!

quarta-feira, 20 de março de 2013.
cometas-038E pode vir a ser o mais brilhante da história!
E o espetáculo? É claro, se tudo ocorrer conforme as previsões... Inesquecível!!!
No dia 26 de dezembro de 2013, o Grande Cometa ISON passará perto da Terra e promete ser o cometa mais brilhante já avistado por nossa CIVILIZAÇÃO!
E, se realmente tiver o brilho que se espera poderá OFUSCAR O BRILHO DA LUA! Já que o brilho da Lua Cheia é de -12,7, menor em comparação com o brilho do ISON que poderá atingir cerca de -13 ou menos.
É isto mesmo! Na escala astronômica de brilho, quanto menor é a magnitude maior é o brilho. Para termos uma idéia, o cometa Ikeya-Seki foi o mais brilhante do século XX, e dominou os céus logo antes do amanhecer do final de outubro de 1965, com uma magnitude de -10. E levou este nome devido aos seus descobridores no Japão.
O ISON ainda está muito longe daqui, muito além da órbita de Júpiter, mais distante que 5,2 UA ou 778x106Km. Mas, já em Outubro de 2013, poderá ser visto a olho nu. E em 26 de dezembro atingirá sua maior aproximação da Terra 63 milhões de quilômetros, o equivalente a um terço da distância daqui ao Sol.
Será um evento único!!!
Quem perder terá de esperar 10 mil anos até a próxima visita!

Para entender melhor...

O que é um Cometa? Cometa é um corpo de poeira e gelo formado do material que sobrou da formação do Sistema Solar, há 4,6 bilhões de anos, que geralmente tem 10 km de diâmetro. E quando um cometa passa próximo do Sol, a radiação solar vaporiza parte do gelo que ele carrega e os gases e a poeira resultantes formam uma ou duas caudas de milhões de quilômetros de extensão.
Porque o ISON pode não chegar aqui com o brilho esperado? O brilho atual do ISON decorre de seu gelo, que é livre de impurezas, portanto, reflete bem a luz solar. Mas o brilho atual não é garantia de brilho futuro, já que o gelo ao se derreter perto do Sol poderá revelar camadas inferiores de gelo mais escuro, e, portanto diminuir seu brilho.
UA – 1 UA é uma unidade de distância usada em Astronomia que é equivalente a distância média entre a Terra e o Sol. É chamada de Unidade Astronômica, e é bastante utilizada para descrever a órbita dos planetas e de outros corpos celestes. Em 2012 a União Astronômica Internacional definiu um valor constante de 1 unidade astronômica, ou seja, 1 UA= 149.597.870.700 m.

1 Comentário:

Emilyn Barbosa disse...

26 de Dezembro, um dia antes do meu aniversário, mas que grande presente!

Postar um comentário

Olá! Fique a vontade para comentar!

 
As Maravilhas do Céu Estrelado © 2005 - todos os direitos reservados para o autor: Engº João Batista Salgado Loureiro | Template By Mundo B |